Governo do Huambo prevê reforçar frota de transportes públicos

  • Novos autocarros poderão ajudar a minimizar a carência de transportes de passageiros
Huambo – O Governo da província do Huambo prevê reforçar, nos próximos dias, a frota de transportes públicos de passageiros, com a realização, a partir de quarta-feira, do concurso público para a exploração de 10 novos autocarros.

Trata-se de autocarros com a capacidade para 62 lugares cada, que deverão ser colocados à disposição da população, no âmbito do reforço e reordenamento do transporte rodoviário urbano de passageiros.

Segundo o director do Gabinete local dos Transportes, Tráfego e Mobilidade Urbana, Joaquim Solinga, que falava durante a apresentação pública das candidaturas para a exploração dos meios, depois do apuramento das operadoras, os 10 autocarros vão servir para reforçar as frotas urbanas e inter-municipais.

Sem indicar a data da divulgação dos resultados, informou que o concurso, no qual estão inscritos seis operadores, segue para a fase de avaliação dos resultados pela comissão criada para o efeito.

Quanto ao pagamento, explicou que, com base nos critérios estabelecidos  no instrutivo nº 3 do Ministério dos Transportes, os autocarros, avaliados em mais de 58 milhões de Kwanzas, deverão ser pagos durante 10 anos, com a prestação mensal de Kz 463 mil.

Antes disso, conforme o responsável, os operadores estão sujeitos ao pagamento de dois milhões e 918 mil Kwanzas, a título de primeira prestação, correspondente a 5 por cento do valor total.

Com estes 10 novos autocarros, a província do Huambo, habitada por dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, contará com um total de 40, necessitando, porém, de outros 49, para melhorar a circulação de pessoas e bens.

Trata-se de autocarros com a capacidade para 62 lugares cada, que deverão ser colocados à disposição da população, no âmbito do reforço e reordenamento do transporte rodoviário urbano de passageiros.

Segundo o director do Gabinete local dos Transportes, Tráfego e Mobilidade Urbana, Joaquim Solinga, que falava durante a apresentação pública das candidaturas para a exploração dos meios, depois do apuramento das operadoras, os 10 autocarros vão servir para reforçar as frotas urbanas e inter-municipais.

Sem indicar a data da divulgação dos resultados, informou que o concurso, no qual estão inscritos seis operadores, segue para a fase de avaliação dos resultados pela comissão criada para o efeito.

Quanto ao pagamento, explicou que, com base nos critérios estabelecidos  no instrutivo nº 3 do Ministério dos Transportes, os autocarros, avaliados em mais de 58 milhões de Kwanzas, deverão ser pagos durante 10 anos, com a prestação mensal de Kz 463 mil.

Antes disso, conforme o responsável, os operadores estão sujeitos ao pagamento de dois milhões e 918 mil Kwanzas, a título de primeira prestação, correspondente a 5 por cento do valor total.

Com estes 10 novos autocarros, a província do Huambo, habitada por dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, contará com um total de 40, necessitando, porém, de outros 49, para melhorar a circulação de pessoas e bens.