Cuanza Sul aposta no turismo

  • Vista parcial da marginal da cidade do Sumbe (Cuanza Sul)
Sumbe – O governador provincial do Cuanza Sul, Job Capapinha, assegurou, na segunda-feira, a aposta na melhoria da imagem dos municípios, com particular realce para o Sumbe e Porto Amboim, como forma de atraírem mais turistas.

Conforme o governante, que falava na tomada de posse dos membros da Associação Provincial de Hotéis e Resorts de Angola, no Cuanza Sul, esforços estão ser envidados no sentido de se melhorar as condições das estradas e de algumas infra-estruturas integradas, principalmente da cidade do Sumbe, capital da província.

Por seu turno, o director do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Francisco Ernesto Ventura, avançou que haverá maior controlo do sector e acções para o seu desenvolvimento.

Francisco Ernesto Ventura  sublinhou que a ideia é criar condições atractivas para que o Cuanza Sul registe um “boom” no turismo e ajude a alavancar a economia local.

“Há força humana, vontade dos operadores hoteleiros e similares, espaços turísticos, o suficiente para um funcionamento salutar e sustentável do sector”, disse.

Durante a cerimónia, tomou posse como presidente da associação Fonseca Barbosa e como coordenador da Comissão  de Administração e Finanças, José Luís.

Foram, igualmente, investidos Jorge de Araújo, para o cargo de coordenador da Comissão de Gestão de Hotéis e Formação Profissional, Marinela Azevedo, coordenadora da Comissão de Cultura, Turismo e Desportos.

A associação congrega 345 unidades hoteleiras no Cuanza Sul.

A província do Cuanza Sul ocupa o terceiro maior parque hoteleiro do país, com 345 unidades, dois mil e 51 quartos e 137 locais turísticos.

Conforme o governante, que falava na tomada de posse dos membros da Associação Provincial de Hotéis e Resorts de Angola, no Cuanza Sul, esforços estão ser envidados no sentido de se melhorar as condições das estradas e de algumas infra-estruturas integradas, principalmente da cidade do Sumbe, capital da província.

Por seu turno, o director do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Francisco Ernesto Ventura, avançou que haverá maior controlo do sector e acções para o seu desenvolvimento.

Francisco Ernesto Ventura  sublinhou que a ideia é criar condições atractivas para que o Cuanza Sul registe um “boom” no turismo e ajude a alavancar a economia local.

“Há força humana, vontade dos operadores hoteleiros e similares, espaços turísticos, o suficiente para um funcionamento salutar e sustentável do sector”, disse.

Durante a cerimónia, tomou posse como presidente da associação Fonseca Barbosa e como coordenador da Comissão  de Administração e Finanças, José Luís.

Foram, igualmente, investidos Jorge de Araújo, para o cargo de coordenador da Comissão de Gestão de Hotéis e Formação Profissional, Marinela Azevedo, coordenadora da Comissão de Cultura, Turismo e Desportos.

A associação congrega 345 unidades hoteleiras no Cuanza Sul.

A província do Cuanza Sul ocupa o terceiro maior parque hoteleiro do país, com 345 unidades, dois mil e 51 quartos e 137 locais turísticos.