Cuanza Norte: EUA interessados em investir no turismo religioso

  • Embaixadora dos Estados Unidos da América em Angola, Nina Fite (Arquivo)
Ndalatando – Os Estados Unidos da América pretendem cooperar com as autoridades da Igreja Católica e o Governo Provincial do Cuanza Norte, no domínio do turismo histórico e religioso.

O interesse foi manifestado, terça-feira, no Cuanza Norte, pela embaixadora americana em Angola, Nina Maria Fite, no final de um encontro com o Bispo da Diocese de Ndalatando, Dom Almeida Kanda, no quadro de uma visita de 48 horas à província.

Nina Fite referiu ter aproveitado a conversa com o prelado, para se inteirar do estado da igreja no Cuanza Norte e a situação dos locais com potencial turístico eclesial, sobretudo, os localizados na zona histórica de Massangano, no município de Cambambe, que poderão contar com uma parceria dos Estados Unidos, no âmbito da sua recuperação e revitalização.

A diplomata disse ter abordado os principais projectos da igreja local, sobretudo nos sectores da saúde, educação e outros virados ao apoio às comunidades mais carentes.

O Bispo da Diocese de Ndalatando enalteceu o gesto da embaixadora norte-americana e disse ter aproveitado a ocasião para apresentar a situação real da igreja, seguido de um balanço dos projectos sociais e missionários em curso no Cuanza Norte.

“Apresentamos aquilo que são as prioridades da igreja, sobretudo no que concerne ao reforço das acções nos sectores da saúde, educação, recuperação das infra-estruturas eclesiais, com dimensão histórica, e outras de apoio às comunidades mais carentes, para as quais esperamos o contributo dos EUA”, manifestou.

Disse contar com o apoio dos americanos, na atracção de investidores, que possam ajudar a recuperar algumas infra-estruturas seculares da igreja, localizadas na comuna de Massangano, e que clamam por reabilitação.

Durante a sua visita ao Cuanza Norte, Nina Maria Fite inteirou-se da execução de um projecto comunitário de apoio à mulher rural, em curso no município do Lucala e financiado pelo Governo norte-americano, assim como deslocou-se ao município de Cambambe, onde visitou alguns empreendimentos e projectos de impacto sócio-económico.

O interesse foi manifestado, terça-feira, no Cuanza Norte, pela embaixadora americana em Angola, Nina Maria Fite, no final de um encontro com o Bispo da Diocese de Ndalatando, Dom Almeida Kanda, no quadro de uma visita de 48 horas à província.

Nina Fite referiu ter aproveitado a conversa com o prelado, para se inteirar do estado da igreja no Cuanza Norte e a situação dos locais com potencial turístico eclesial, sobretudo, os localizados na zona histórica de Massangano, no município de Cambambe, que poderão contar com uma parceria dos Estados Unidos, no âmbito da sua recuperação e revitalização.

A diplomata disse ter abordado os principais projectos da igreja local, sobretudo nos sectores da saúde, educação e outros virados ao apoio às comunidades mais carentes.

O Bispo da Diocese de Ndalatando enalteceu o gesto da embaixadora norte-americana e disse ter aproveitado a ocasião para apresentar a situação real da igreja, seguido de um balanço dos projectos sociais e missionários em curso no Cuanza Norte.

“Apresentamos aquilo que são as prioridades da igreja, sobretudo no que concerne ao reforço das acções nos sectores da saúde, educação, recuperação das infra-estruturas eclesiais, com dimensão histórica, e outras de apoio às comunidades mais carentes, para as quais esperamos o contributo dos EUA”, manifestou.

Disse contar com o apoio dos americanos, na atracção de investidores, que possam ajudar a recuperar algumas infra-estruturas seculares da igreja, localizadas na comuna de Massangano, e que clamam por reabilitação.

Durante a sua visita ao Cuanza Norte, Nina Maria Fite inteirou-se da execução de um projecto comunitário de apoio à mulher rural, em curso no município do Lucala e financiado pelo Governo norte-americano, assim como deslocou-se ao município de Cambambe, onde visitou alguns empreendimentos e projectos de impacto sócio-económico.